Página Principal Ir para o Santoral CarmelitaSantoral Carmelita

   

 

 

                                                                O escapulário do Carmo foi entregue a São Simão Stock, carmelita inglês, em 16 de julho de 1251, pela própria Virgem, e a sua principal prerrogativa está declarada nestas palavras de N.Sra. do Carmo no momento em que o entregou: 

"Este escapulário será um privilégio para ti e para 

 todos os carmelitas: todo aquele que morrer com 

 este hábito salvar-se-á". 

 

CARTA MAGNA DO ESCAPULÁRIO (Por S. Simão Stock, em 1251)

                                      Meus queridíssimos irmãos: Louvado seja Deus, que não abandona aos que Nele esperam e que não despreza as preces de seus servos. 

                                      Louvado seja Nosso Senhor Jesus Cristo, que tendo compaixão das grandes tribulações que por muito tem submergido nossas almas em grande amargura, nos tem trazido um privilégio celestial, que vós recebereis com grande consolação, tendo presente que todos os que querem viver piedosamente em JesusCristo, padecerão perseguições.  

                                      O Espírito Santo ilumine a minha mente e mova os meus lábios, para que eu possa manifestar-vos dignamente a palavra que me foi confiada. Derramando eu a minha alma na presença de Deus, apesar de saber que era só pó e cinza e suplicando com toda a confiança a Nossa Senhora que, assim como tinha querido que fôssemos chamados seus irmãos, mostrasse também agora que era nossa Mãe, livrando das perseguições que nos ameaçam, e dando-nos alguma prova evidente de sua maternal  proteção, com que pudessem ser confundidos nossos inimigos, e como para abrigar mais seu amoroso coração, eu lhe dissesse com suspiros:

Flor do Carmelo, vide florida, resplendor do céu, Virgem fecunda e singular. Mãe aprazível sem conhecer varão, a vossos carmelitas dai privilégios, Estrela do mar; se me apareceu a Virgem Maria em companhia de grande número de anjos, trazendo em suas mãos O SANTO ESCAPULÁRIO,  

 

e olhando para mim com rosto afável, disse-me:

 

Meu filho muito amado, recebe este ESCAPULÁRIO como sinal de aliança que estabeleço entre mim e os carmelitas. Ele será salvação nos perigos e todo o que morrer com ele não se condenará.

 

                                      E como a gloriosa presença da celestial Senhora me alegrasse de uma maneira sobre-humana, o que me seria impossível de manifestar, e como eu notasse que as forças de meu corpo iam desfalecendo pela imensidade de tão grande gozo, antes de me deixar acrescentou:

 

Que mandasse uma delegação ao Papa Inocêncio, vigário de seu Filho bendito na terra, que certamente atenderia nosso pedido e os livraria de todo mal.

 

                                      Meus queridos irmãos: conservai nos vossos corações a lembrança deste favor celestial e esforçai-vos para assegurar a vossa predestinação, praticando as obras boas e fugindo de todo o pecado.

                                      Agradecei também a Deus este singular benefício e orai constantemente para que se cumpra a Palavra divina, que nos tem sido enviada para a glória da Santíssima Trindade, do Pai, do Filho e do Espírito Santo, e da Virgem Maria para sempre bendita. 

Cambridge, 16 de julho de 1251

FR  SIMÃO STOCK         FR PEDRO SWANYNGTON

           Geral                                      Secretário

NOTA: São Simão Stock nasceu na Inglaterra, no condato de Kent, em 1165. Faleceu a 16 de Maio de 1265, tendo passado toda a sua vida no serviço da Santíssima Virgem Maria.

 

A SEGUNDA PROMESSA DE NOSSA SENHORA DO CARMO

                                       A segunda promessa de Nossa Senhora foi feita ao Papa João XXII. Referindo-se aos que levam o escapulário durante sua vida, Ela diz o seguinte:

"Eu, Mãe bondosa, descerei no primeiro sábado após sua morte, e a quantos achar no purgatório, livrarei e levarei ao Monte Santo da vida Eterna".

O próprio Papa confirmou esta indulgência plenária em favor daqueles que usassem o escapulário.

 PALAVRAS DO PAPA JOÃO XXII

                                      João, Bispo, servo dos servos de Deus, a todos e a cada um dos fiéis cristãos, presentes ou futuros que lerem estas letras, saúde e benção Apostólica.

                                      Estando eu assim de joelhos em oração, se me apareceu a Virgem do Carmo, a qual me falou nestes termos: "João, João, vigário de meu amado Filho! Assim como eu te livrarei de teus inimigos e, por assinalado favor te faço Papa, graça que alcancei de meu Filho com as minhas súplicas, assim convém agora que conceda ampla confirmação e graça à minha Santa e devota Ordem do Carmo, começada, por Elias e Eliseu no Monte do Carmelo". 

ELEMENTOS ESPECIAIS

                                      O uso do escapulário expressa a devoção e amor a Maria, pois, através deste símbolo religioso manifestamos nossa consagração a Ela. Ao receber este distintivo no hábito da Ordem dos carmelitas, nos unimos em espírito aos próprios religiosos e nos fazemos participantes de seus bens espirituais. 

                                      Da parte de Nossa Senhora do Carmo, supõe sua presença carinhosa em nossa vida e o cumprimento da promessa por Ela feita, aos que levassem com devoção o escapulário.

Quais são estas promessas?

  1. A grande promessa: aquele que morrer com o escapulário não padecerá no fogo do inferno.

  2. Sua intercessão em favor daqueles que, após a morte, estivessem detido no purgatório.

  3. Assistência, ajuda e proteção nas dificuldades e necessidades da vida.

COMO É O ESCAPULÁRIO?

                                      Compõem o escapulário do Carmo duas pequeninas peças de pano marrom, unidas entre si por dois fios ou correntinhas, próprio para ser colocado sobre os ombros, ficando um pedacinho de pano colocado sobre o peito e outro sobre as costas. Em geral, sobre uma das peças está estampada uma imagem de N.Sra. do Carmo, embora isso não seja essencial. 

                                      É importante saber que o primeiro escapulário que levamos, deve ser abençoado e colocado por um sacerdote. Chamamos isso imposição do escapulário. Se isto não for possível, use da mesma forma o escapulário e na primeira ocasião que for possível, deixe-o impor pelo sacerdote.

                                      Uma vez que se coloca o escapulário nunca mais deve ficar sem ele. Deve-se levar continuamente e constantemente, de dia e de noite até a morte. Se por diferentes motivos não puder ser levado sobre os ombros, leve-o ao menos consigo, e a noite antes de deitar coloque-o e reze as três Ave-Marias em honra de Nossa Senhora do Carmo. Agradeça assim a graça de sua fé e a proteção que recebeu da Mãe de Deus, durante o dia.

                                      Fomente em seu lar e na sua comunidade a devoção e o amor a Maria, levando o seu escapulário. Não deixe nenhum enfermo ou pessoa idosa sem ele. Agradeça dessa forma as muitas graças e favores que continuamente recebe da Mãe de Deus. Ela o protegerá sempre.

 

BÊNÇÃO E IMPOSIÇÃO DO SANTO ESCAPULÁRIO

Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém

Oremos: 

                                      Senhor Jesus Cristo, Salvador dos homens, abençoai este(s) Escapulários, que por vosso amor e de vossa Mãe, a Virgem do Monte Carmelo, vosso(a) servo(a) usará devotamente, para que pela intercessão de vossa Mãe seja protegido(a) até a morte e persevere na vossa graça. Vós que viveis e reinais pelos séculos dos séculos. Amém.

O Sacerdote benze os escapulários com água benta e o impõe a cada um dos fiéis, dizendo:

                                     Recebe este Santo Escapulário como sinal de amor da Virgem Maria, Rainha do Carmelo, para que por seus méritos o uses sempre com dignidade, seja defesa na adversidade e te conduza a vida eterna. Amém.

Logo acrescenta:

                                      Eu, pelo poder a mim outorgado, recebo-te à participação de todos os bens espirituais que, pela misericórdia de Jesus Cristo, realizam os religiosos carmelitas.

Impõe as mãos: 

                                     Abençoe-te o Criador do céu e da terra, Deus Todo-Poderoso, que se dignou aceitar-te na confraternidade da Bem-Aventurada Virgem Maria do Monte Carmelo, a quem pedimos na hora de tua morte, te livre do espírito do mal e finalmente alcances a felicidade eterna. Por cristo Nosso Senhor. Amém.

O sacerdote asperge com água benta.  

Decreto da S.C.R. de 24-07-1983

 

SAUDAÇÕES À NOSSA SENHORA DO CARMO

  1. Sede bendita, ó Senhora do Carmo, e louvem-vos os anjos e Santos do céu e os justos da terra, porque me haveis dado o vosso santo escapulário.

          Ave Maria....

  1. Sede bendita, ó Senhora do Carmo, e louvem-vos os serafins e Santos do céu e os justos da terra, porque haveis querido que o vosso santo escapulário seja para a minha alma um sinal de salvação.

          Ave Maria....

  1. Sede bendita, ó Senhora do Carmo, e louvem-vos os tronos e Santos do céu e os justos da terra, porque haveis querido que o vosso santo escapulário seja para mim uma celeste proteção contra todos os perigos.

          Ave Maria....

  1. Sede bendita, ó Senhora do Carmo, e louvem-vos as dominações e Santos do céu e os justos da terra, porque haveis querido que o vosso santo escapulário seja a minha defesa contra as tentações do demônio.

          Ave Maria....

  1. Sede bendita, ó Senhora do Carmo, e louvem-vos os Querubins e Santos do céu e os justos da terra, porque haveis querido que o vosso escapulário seja a alegria e a paz, o amor da minha alma. 

          Ave Maria....

  1. Sede bendita, ó Senhora do Carmo, e louvem-vos os Arcanjos e Santos do Céu e os justos da terra, porque haveis querido que o vosso escapulário seja o distintivo dos vossos filhos e devotos.

          Ave Maria....

  1. Sede bendita, ó Senhora do Carmo, e louvem-vos as Virgens e Santos do céu e os justos da terra, porque com o vosso escapulário me haveis dado a mais sólida esperança de vos ver eternamente no céu.

          Ave Maria....

 

ORAÇÃO

          Rainha e formosura do Carmelo, é com a maior gratidão que beijamos o vosso escapulário: nele vemos o vosso coração de Mãe, com toda a sua bondade sem medida. Amai com uma ternura infinita os filhos do vosso coração Imaculado!

        Volvei para nós estes vossos olhos misericordiosos! São olhares de amor, de esperança, de força, de conforto! Assim como o olhar matutino do sol, alegra e matiza as flores, assim também vosso olhar, ó Mãe e Rainha nossa, alegra e fortifica os corações de vossos filhos! Eis porque eles sabem amar, e sofrer! Não afasteis jamais de nós os vossos olhos, e olhai-nos sempre com compaixão e carinho. Assim seja. 

ORAÇÃO

          Ó Mãe do Carmelo, quando nos virmos sós na hora triste e desalentada da morte, quando nossos olhos já não virem a luz do dia e nosso coração estiver prestes a deixar de pulsar, não nos abandoneis, Mãe nossa.

        Quando apertarmos o escapulário em nossas mãos trêmulas, dainos alento para vencermos a tentação daquela hora tremenda, dai confiança a nosso coração já sem forças, e assim, com o vosso escapulário estreitado contra o peito, morreremos com toda a confiança na misericórdia de vosso divino Filho e na vossa proteção material. Assim seja.

 

ORAÇÃO

 

          Graças Vos sejam dadas, ó Senhora e Mãe nossa, pois é tão grande o favor de vosso escapulário, que bem podemos dizer que ele é um reflexo  do vosso coração maternal e uma prova irrefragável do vosso amor e poder. Não consintais nunca que estes nossos corações, abroquelados pelo vosso escapulário, sejam ou venham a ser infiéis ao vosso divino Filho.

         Não ignorais, Senhora, os perigos que vivem vossos filhos neste vale de lágrimas; conheceis a nossa fraqueza e o poder dos inimigos da alma. Porém vós podeis mais que todos os nossos inimigos: confiamos, pois, em Vós e a Vós suspiramos gemendo e chorando neste vale de lágrimas.

          Dignai-vos aceitar, Rainha do céu, os nossos sentimentos de gratidão pela misericordiosa oferenda do vosso escapulário, e, dando-nos a vitória sobre nossos inimigos, permiti que, um dia, cantemos junto aos vossotrono as vossas misericórdias, e bendigamos eternamente a hora em que vós trouxestes à terra o vosso escapulário bendito. Assim seja. Amém.

 

 

 

O SANTO ESCAPULÁRIO E OS PAPAS

O QUE DIZEM?

 

 

                                      Paulo VI, a doze de outubro de 1964, dizia: "Não devemos silenciar o venerável costume de receber o distintivo do Carmelo, ou seja, o sacro-escapulário, como sinal da contínua proteção da Virgem do Carmelo".

 

                                      João XXIII, quando era Núncio Apostólico na França: "Por meio do escapulário, pertenço a vossa família do Carmelo e aprecio muito esta graça, com certeza de uma especialíssima proteção de Maria".

 

                                      Pio XII, chamado o cantor do escapulário, recebera-o desde criança. Nos momentos difíceis da guerra, referia-se, várias vezes, à força da proteção do escapulário. "Quando percebemos o rugir da tempestade e vemos, diante de nossos olhos, a violência do mar que quer engolir o barco, levantamos o olhar, tranqülo e confiante, à Virgem do Carmelo e pedimos que não nos abandone". 

 

                                      Pio XI: "Aprendi e comecei a amar a Virgem do Carmo nos braços de minha mãe, desde a minha primeira infância".

 

                                      Se o escapulário é a presença de Maria na vida do cristão, tanto mais o é na vida do sacerdote.

 

                                      O Papa Bento XV, exortava os seminaristas a usá-lo com amor e devoção. Os seminarios sempre foram uma escola da presença de Maria.

 

                                      "Queremos deixar a todos a arma do escapulário de Nossa Senhora do Carmo, que trateis como proteção de Maria".

 

 

                                      O Papa João Paulo II manifestou, em muitas ocasiões, o seu amor ao Carmelo. Desde seminarista, ele recebeu o escapulário e pertence à Ordem Secular dos Carmelitas Descalços. Eis as suas palavras:

 

 

                                      "A vida carmelitana é uma exemplificação, um testemunho, uma manifestação do que dizem estas palavras paulinas: Vossa vida está escondida com Cristo em Deus!(...).

                                      E vós escolhestes este chamado, esse caminho, essa vocação de viver assim. De viver assim e de levar aos outros o testemunho de tal vida. devo dizer-vos que levastes a "um" rapaz, a "um" Jovem (fala de si) e que deixou uma marca em toda a sua vida, e estou convencido que o fazeis a tantos outros, em vários países e continentes.

                                      (...) Conheço-vos a todos: Santa teresa, São João da Cruz, a outra pequena Teresa, e as outras ainda não canonizadas ou beatificadas.

                                      Tudo isso faz parte de vós, é vosso carisma.

                                      Oxalá que o cumprais, que encontreis este carisma cada vez mais profundamente e o cumprasis cada vez mais perfeitamente".

 

 

CONSAGRAÇÃO A NOSSA SENHORA DO CARMO

 

 

Ó gloriosa Rainha dos céus,

Virgem sem mácula,

excelsa Mãe de Deus, Maria Santíssima!

 

Vós sois minha Mãe e minha Senhora.

 

Suplico que me aceiteis por vosso filho(a) e servo(a),

porque já não quero ter outra Mãe e outra Senhora,

a não ser a vós.

Faço o firme propósito de nunca me apartar de Vós.

 

Revestido do santo escapulário,

humildemente vos peço:

Fazei que ele seja para mim

um sinal de salvação, 

um manto protetor nos perigos,

um penhor de aliança entre mim e vós.

 

Ajudai-me para que em toda a minha vida,

seja vosso fiel servo e de vosso divino Filho.

 

Ajudai-me sempre, mas principalmente

na minha última hora, na morte.

 

Realizai em mim a vossa promessa:

Que todo aquele que morrer com o santo Escapulário, 

não sofrerá o fogo eterno.

Ó clemente,

ó piedosa,

ó doce sempre Virgem Maria!

Amém!

 

Rezar a Salva Rainha ou três Ave-Marias.

 

-Recomenda-se rezar muitas vezes o ato 

de consagração, principalmente nos sábados.

 

 

  1. O Carmelo é símbolo de vida contemplativa, de oração, de busca de Deus, de encontro com Deus, de união com Deus, de transformação em Deus. Vestir o escapulário é pertencer ao carmelo, o que significa seguir a Maria na vida de intimidade com Deus.

  2. O Carmelo é todo de Maria.

  3. Maria é, como diz a Salve-Rainha, a doçura e esperança nossa.

  4. O Escapulário é o selo de Maria; posto sobre o nosso coração, transforma-o em propriedade da Virgem Maria.

  5. O Escapulário representa um pacto entre a alma e a Virgem: a alma chamará por Maria e Maria a socorrerá imediatamente: a alma lhe confiará suas tristezas, e Maria a consolará prontamente; a alma se entregará a Maria e Maria a guardará no seu coração de Mãe; a alma traz consigo este pacto, e a Virgem a cumprirá fielmente; a alma confiará prontamente em Maria e Maria a levará para o céu, porque é uma alma que lhe pertence, porque está assinalada pelo seu escapulário.

  6. O Escapulário é, por assim dizer, a Mão de Maria: por isto, ele é sinal certo de sua proteção de predestinação das almas, porque forte e suavemente atrai os corações para o céu.

  7. Vedes as razões de todos os privilégios, graças e excelências do escapulário? Tudo isto é obra de um só coração, o Coração de Maria.

  8. O escapulário é a veste da Virgem Maria; formosura da alma.

  9. O escapulário é a obra da melhor das Mães, maria, Mãe onipotente, por imensa graça.

  10. A devoção ao Santo Escapulário é caminho seguro para merecer a proteção da Santíssima Virgem.

  11. Que felicidade a nossa, meu Deus, a de trazermos sobre o coração o escapulário do Carmo! Ó Senhora minha e minha Mãe, de quantos perigos nos livra este escapulário!

  12. Não permitais, Senhora do Carmo! que o demônio manche a minha alma e que eu seja infiel a vossa graça e amor.

  13. Toda formosa, ó Virgem do Carmo! Este escapulário que nunca deixarei, será o sinal da entrega de mim mesmo a vós.

  14. Virgem puríssima, Estrela do mar, Rainha do céu e da terra, o meu coração transborda de amor e gratidão por Vós, oh Maria!

  15. O escapulário é um sinal de salvação, isto é, de vigor ou de força, porque a Virgem, por meio dele, comunica a alma força para lutar e constância para vencer.

  16. Orar é amar. Amar é orar. Orar é atualizar o amor a Deus e ao próximo. É deixar-se envolver por Deus. É jogar-se no grande mistério de Cristo e da Igreja para salvar e santificar os homens. Com Maria, Mãe da Igreja.

  17. A inspiração e a força da missão de Maria brotam da intensa oração e união com Jesus. Na intimidade com Deus experimentaa a inefável realidade do amor de Deus para com os homens.

  18. Maria, abrasada no amor de Deus, sente os imensos desejos de levar todos os homens para Deus. Quanto mais forte é o amor que o homem tem a Deus, mais generoso e eficaz é o seu apostolado.

  19. Maria é a mestra da oração. Soube louvar a Deus. Soube reconhecer os imensos benefícios de Deus. Soube agradecer tudo o que Deus fez em favor de seu povo e de todos os homens.

  20. Foi no silêncio que Maria constatou a voz do Criador, buscando sua total disponibilidade. Foi por este silêncio que nasceu seu FIAT eterno.

  21. Maria em seu silêncio é o grande grito de Deus: de um Deus que usa a presença humana de Maria para dizer como nos ama...

  22. Junto a Cristo está Maria.

  23. Maria atribui tudo ao Senhor."Porque olhou para a humildade de sua serva, porque fez em mim grandes coisas o Todo-Poderoso".

  24. Orar é agradecer os imensos benefícios de Deus. Ao ser escolhida para a Mãe de Cristo, Maria se deixa envolver pelo amor divino. Diante do ggrande mistério exalta a misericórdia de Deus: "minha alma engrandece o Senhor e meu espírito se alegra em Deus, meu Salvador". E o gozo, a alegria de um coração pela presença de Deus no meio de seu povo.

  25. Quanto mais o Espírito Santo encontra em uma alma Maria, sua querida Esposa, mais operante e poderoso se torna para produzir Jesus Cristo nesta alma, e essa alma em Jesus Cristo.

  26. O amor para convosco, ó Maria, infunde maravilhosa ternura na vida espiritual... e no coração, confiança e submissão.

  27. Quem vos ama, ó Maria, em boa estrada caminha.

  28. Maria, serva de Javé! Querida e amada por Deus, desde de toda a eternidade!

  29. Em Nazaré, no recolhimento adorador do Verbo Encarnado em seu seio, eis os trinta anos vividos na intimidade com Jesus, seu filho e seu Deus!

  30. Desde os primeiros instantes de sua vida, foi Maria toda de Deus e só viveu para Ele, e a Ele buscou, no silêncio e na oração.

  31. Ó amorosa Mãe, dizes: bem-aventurados os que, com o socorro da divina graça, praticam magnas virtudes e caminham nas pegadas da minha vida.

  32. Maria verdadeiramente imitável!

  33. Ó Maria, minha boa Mãe, quão felizes somos, repito-o com o mais vivo transporte.

  34. Virgem, cheia de graça, cheia de amor; fidelíssima ao chamado do Pai.

  35. Pelo teu beneplácito chegarei ao termo e assim experimentarei em mim o que significa seu nome, ó Maria!

  36. Ó Maria, fica sempre em meus lábios e em meu coração!

  37. Sois Mãe incomparável; se pensar em ti, não cairei no erro, se seguir seus exemplos, não me abaterei, invocando-te, não perderei as esperanças.

  38. Ó Maria, sois a estrela resplendente... elevado sobre o majestoso e imenso mar da vida, cintilantes de méritos e resplandecente de exemplos.

  39. Maria nossa Mãe, modelo de virtudes, muitas são: bondosa - obediente - fiel - amorosa - forte - disponível - atenciosa - feliz - pobre - silenciosa - humilde - simples - orante - perseverante - casta - paciente - misericordiosa - maternal - sincera - transparente - cheia de graça - cheia de amor - enfim cheia de paz...

  40. Se, à imitação de Maria, estiver o coração do cristão ancorado em Deus, nada conseguirá afastá-lo de sua ocupação interior: buscar, amar o Senhor e viver na sua intimidade.

  41. Ó Maria, quem vos encontra, encontra a vida, e alcança o favor do Senhor! 

  42. Se vós, maria, não tivésseis sido humilde, o Espírito Santo não teria descido em vós, nem teríeis concebido por obra Dele... Se agradaste a Deus pela Virgindade, vos tornastes Mãe pela humildade.

  43. Ó Maria, Virgem puríssima e Mãe fecundíssima... Desde toda a eternidade, estáveis presente ao olhar divino... Na verdade, estáveis presente a Deus tanto antes da criação, como depois de ser criada.

  44. Cheia de fé na palavra celeste, inteiramente submissa à vontade divina que se vos manifestou, respondeis, ó Maria, com inteiro e absoluto abandono: "Eis a serva do Senhor, faça-se em mim segundo a vossa palavra".

  45. Todos os que se deixam guiar pelo Espírito de Deus são filhos de Deus... Nenhuma criatura mais que Nossa Senhora foi em tudo Movida e guiada pelo Espírito Santo.

  46. Nossa Senhora apresenta-se assim, depois de Jesus, como modelo mais perfeito e o guia mais seguro para quem aspira à união com Deus.

  47. Se os altíssimos privilégios de maria são reservados a ela só, todos os fiéis, porém, podem procurar imitar as suas disposições: eliminar toda forma de egoísmo e de orgulho para conceder só ações movidos pela graça, sob o impulso do Espírito Santo.

  48. Ó Maria, és santa de corpo e de espírito. De modo todo especial, podeis dizer: "a minha conversação está nos céus"... Sois o jardim fechado, a fonte selada, o templo do Senhor, o santuário do Espírito Santo! Sois a Virgem prudentíssima: além da lâmpada cheia, tendes repleto de óleo o vaso.

  49. É o Espírito Santo que a guia, impele, sustenta. Eis o segredo de Maria: deixar-se em tudo reger e mover por Ele!

  50. "Deus é amor"! E Maria que, na sua qualidade de mãe, mais que qualquer outra simples criatura viveu junto de Deus e a Ele unida, também mais que qualquaer outra foi repleta de amor.

  51. O grande mérito de maria foi exatamente o de ter correspondido, com a máxima fidelidade, aos imensos dons recebidos.

  52. O mandamento do Senhor tem plena realização em Maria que sendo perfeitamente humilde, portanto, totalmente vazia de si, livre de todo egoísmo e de todo apego às criaturas, pôde empenhar realmente suas forças todas no amor de Deus.

  53. Ó Maria, sois cheia de graça! O Espírito Santo, longe de encontrar em vós o mínimo obstáculo ao desenvolvimento da ggraça, sempre encontrou em vosso coração docilidade perfeita às suas inspirações. Por isso, vosso coração todo se abrasa de amor.

  54. Ó virgem fiel, poermaneceis noite e dia em profundo silêncio, em inefável paz, em sublime, incessante oração, com a alma toda inundada de eternos esplendores. Vosso coração, como cristal, reflete o Divino Hóspede que o habita, a Beleza sem acosa.

  55. Eis a oração incessante de Maria: adoração perene do Verbo humanado que traz em seu seio, união profunda com Cristo, contínuo abismar-se Nele e transformar-se Nele por amor.

  56. Ó Maria! Como vós em Belém e no Gólgota, também quero permanecer sempre junto de Jesus. É Ele rei imortal dos séculos e dos povos.

  57. Atraí-me para vós, ó Virgem Maria, atraí-me para vós a fim de que eu corra ao odor de vossos perfumes.

  58. O Magnificat é a resposta de maria aos louvores de Isabel. Pelo Magnificat Maria projeta em Deus todos os elogios recebidos. Maria desaparece em seu cântico. Só Deus é exaltado e glorificado, enquanto ela fica na sua humilde posição de serva.

  59. "Ave, morada de Deus Pai e do Verbo! Ave, santa maior que todos os santos! Ave, arca revestida de ouro pelo Espírito Santo! Ave, tesouro inexaurível de vida! Ave, honra dos santos sacerdotes! Ave, inabalável torre da Igreja! Ave, por vós se exaltam os troféus! Ave, por vós caem os inimigos! Ave, saúde de meu corpo! Ave, de minha alma, salvação".

  60. A Virgem é bendita, toda santa e cheia  de graça desde o primeiro momento de sua imaculada conceição, a mística nuvem que deu ao mundo o Salvador.

  61. Maria não conserva só para si os dons insignes de que foi enriquecida, mas os reparte com todos os homens; ma todos deu Jesus, e a todos quer re vestir com suas vestes de salvação.

  62. Maria não tem um olhar sobre si, a não ser para realçar sua pequenez. Eleva-se imediatamente a Deus para engrandecer-lhe a bondade e a misericórdia, a obra e o poder em favor dos pequenos.

  63. Maria fica sendo o modelo mais acabado da alma eucarística.

  64. Olhai-nos enquanto estamos na terra , ó Maria. Vosso olhar é luz, força, proteção e defesa.

  65. Maria é seu nome. Myriam, na sua língua. Rainha do céu e da terra, nossa querida Mãe, esperança nossa.

  66. Ó virgem Santa, formai meu coração de apóstolo, à semelhança do coração de Jesus! É de vós que Jesus aprendeu a amar, a oferecer-se.

  67. É Maria Medianeira entre nós e seu FFilho por duplo motivo: porque nos "dá" Jesus e porque nos "leva" a Jesus.

  68. A contemplação de maria aos pés da cruz, suaviza a aspereza de nossas dores. Infunde-nos também coragem, ajuda-nos a sofrer com generosidade, na serena esperança de que tudo coopere para o bem dos que amam a Deus.

  69. Para compreender algo da oração de Maria, cumpre procurar penetrar o santuário de sua íntima união com Deus.

  70. Maria é o mais belo jardim de virtudes cultivado pelo Espírito Santo.

 

 

 

Ir para a Página Principal

 

www.CarmeloSantaTeresa.com